CONCRETO PARA PISOS

Até a década de 1970, a execução de pisos industriais era realizada formando-se quadros de 25 metros quadrados concretados em dama. A qualidade final do piso produzido era muito distante das exigências impostas pelos fabricantes de equipamentos de rodagem para a operação de galpões de armazenagem, centros de distribuição, supermercados, depósitos e pavimentos indústrias. 

No Brasil, por volta de 1980, surgiram as primeiras empresas especializadas na execução de pisos industriais, que adotavam novos processos executivos e equipamentos modernos, específicos para a atividade. Este setor da construção logo se fixou no mercado, tornando impossível imaginar a execução de pavimentações de concreto para indústria, portos, aeroportos, postos de gasolina e pequenos armazéns nos dias atuais sem a contratação de empresa com pessoal qualificado. 

A grande durabilidade e a pequena necessidade de manutenção são consideradas condições fundamentais no desenvolvimento de projetos da nova geração de pavimentos.

Ademais, na pavimentação de rodovias, grandes avenidas, corredores de ônibus, anéis viários e arruamento em indústrias, a relação custo/benefício envolvida na execução de pisos industriais é imbatível.

As empresas de diversos ramos de atividade valorizam as boas técnicas, hoje mundialmente reconhecidas, e as adotam como condição de infraestrutura para desenvolvimento de suas atividades, sendo a qualidade do piso elemento relevante para a obtenção do aumento na produtividade. 

Com completo domínio das técnicas de projeto e execução, o Brasil tornou-se, nos últimos 20 anos, um dos países líderes no dimensionamento e execução de pavimentos industriais. 

A execução de pisos industriais no mercado brasileiro segue a prática evolutiva da escola europeia e cresce a passos largos, apresentando bons resultados tanto do ponto de vista econômico como da sustentabilidade pela utilização de menor quantidade de insumos para a obtenção de resultados satisfatórios.

A qualidade dos pisos industriais está totalmente condicionada aos cuidados executivos no canteiro de obras.

Os concretos para pisos são mais sensíveis aos fatos geradores de patologia e exigem um estudo único e detalhada do seu comportamento em cada caso por um tecnologista experiente. O melhor traço para piso é aquele que consegue incorporar a combinação mais econômica de materiais com trabalhabilidade, resistências a abrasão e compressão, durabilidade e retração requeridas no projeto.